Pages

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Como uma pedra'














Em uma tarde intrigante,em um quarto cheio de vazio,de maneira livre eu confesso,que estava perdido nas páginas de um livro cheio de morte,lendo como morreremos sozinhos,e que se formos bons nos deitaremos para descansar,em qualquer lugar que queiramos ir.em sua casa anseio ficar,quarto por quarto pacientemente,vou esperar por você lá como uma pedra, vou esperar por você lá sozinho.
Em meu leito de morte eu vou rezar,aos deuses e aos anjos,como um pagão para qualquer um,que possa me levar para o Paraíso.para um lugar do qual me lembro,eu estive lá há tanto tempo,o céu estava arroxeado, o vinho era como sangue,e lá você me conduziu.

byjjr*

2 comentários:

Mari disse...

Nossa, que lindo *--*

Iris Belford disse...

Briigada Mari ;D

Postar um comentário